Piercing Transversal: Por Que Usar? Cuidados Essenciais

Se você está pensando em inovar no visual e para isso pretende colocar um piercing transversal, então aqui é a sua área.

 

Vamos trazer tudo o que você precisa saber sobre esse piercing. Nos acompanhe e descubra!

 

Podemos dizer que o piercing transversal é para quem tem atitude e quer mostrar que pode fazer o que quiser. Mas, se você escolher determinados brincos, esse piercing pode ser também um acessório delicado.

 

 

piercing-transversal2 piercing transversal

 

 

Você é quem decide, pois, esse tipo de piercing pode mostrar a sua personalidade da melhor forma possível, dependendo do brinco. Portanto, o piercing transversal é bastante versátil e você não precisa necessariamente ouvir punk rock para usá-lo.

 

Ainda, esse piercing também é conhecido por piercing industrial, você não sabia?

 

 

Se não, então continue acompanhe nosso artigo e descubra muitas outras características do piercing industrial ou transversal, como você quiser chamar.

 

O Que é o Piercing Transversal?

 

O piercing transversal nada mais é que um piercing na cartilagem da orelha e ele é furado em dois pontos diferentes dessa região, ou seja, ele fica de transversal na orelha. Assim, normalmente, o furo do piercing é feito na parte superior da região chamada de hélix e o outro furo em um ponto na aba mais externa, mais embaixo.

 

Então por esses dois furos é colocada a joia de forma inclinada, caracterizando o aspecto que dá o nome ao piercing.

 

O nome de piercing industrial ocorre por causa do tamanho da joia, que é um dos maiores entre os tipos de piercings.

 

Ainda, o piercing industrial  é o único que precisa de dois furos em lugares diferentes para ser colocado. Portanto,  esse piercing tem o seu diferencial entre os piercings e é para aqueles que não tem medo de inovar, independentemente, do tipo de joia que é utilizado.

 

Tipos de Piercing  Mais Populares

 

Pelo fato do piercing transversal precisar de uma joia maior é possível encontrar os mais variados tipos de hastes (como eles são definidos). São diferentes, cores, formatos e tipos de feixe. Você pode variar como e quantas vezes quiser. A seguir, vamos trazer alguns tipos de hastes que são mais populares entre os adeptos deste piercing . Continue nos acompanhando.

 

Haste Metálica Simples

 

A haste metálica simples é o modelo mais popular de piercing . A haste pode ser tanto dourada como prateada e contém duas bolinhas nas extremidades que servem para fechar o brinco. A haste fica em contato com a orelha e as bolinhas ficam na parte externa, nas extremidades do brinco.

 

A joia de haste metálica simples não tem muitos detalhes e é considerada um dos brincos mais ousados, O que pode ser variado nesse brinco são as bolinhas que podem mudar de cor.

 

 

Ainda ao invés de bolinhas nas extremidades é possível encontrar joias com pirâmides e cubos como detalhes.

 

Esse modelo de piercing pode ser considerado um modelo de entrada para os vários tipos de piercing. Ele é ideal para a primeira colocação até a cicatrização dos furos.

 

Haste Colorida

 

A haste colorida é uma excelente opção para quem deseja se destacar. Nesse modelo, a haste reta do brinco é colorida e as extremidades podem ser da mesma cor ou de outras cores. Uma opção que tem caído nas graças de quem tem piercing industrial, são as joias com detalhes em neon, com zircônias e pedras coloridas

 

Haste Estilo Mola

 

Também dá para brincar usando piercing transversal, existem modelos onde a haste transversal tem formato de mola. Esse tipo de joia é produzido com o mesmo material dos outros modelos. Se você está enjoado daquela haste reta, a mola pode ser uma ótima opção.

 

Haste de Flecha

 

Esse modelo consiste em utilizar o piercing transversal como uma flecha. Nesse caso, as características de uma flecha são colocadas nas extremidades. Assim, ao invés de bolinhas, são utilizados feixes com formato de flechas (flechas de cupido, lembra?). Esse modelo é mais delicado e até romântico, poderíamos dizer.

 

Haste com Pingente

 

piercing-transversal3 piercing transversal

 

 

O modelo de haste com pingente vem ganhando muitos adeptos ultimamente. Esse modelo consiste de um pingente na parte da haste e o tamanho do pingente pode mudar conforme o gosto de quem vai colocar.

 

É possível encontrar como pingentes pedras, flores metálicas, notas musicais e até aqueles filtros dos sonhos na versão mini.

 

Usar Um Furo ou Dois?

 

Para fazer o piercing transversal são necessários dois furos, mas esse tipo de piercing é tão versátil que você utilizar apenas um dos furos para colocar um brinco, quando bem entender.

 

Depois de ter feito dois furos e eles terem cicatrizados, se estiver enjoada do transversal, você pode escolher o furo inferior e usar um brinco diferente. Ou ainda, se der certo, você pode brincar de usar os brincos, um em cada furo.

 

Portanto,  você pode inovar, usar os brincos que você quiser e da forma como quiser. É muita atitude para apenas um piercing!

 

Quais Cuidados Tomar Antes e Depois de Colocar Piercing?

 

Já falamos aqui que o piercing transversal é super ousado e inovador, você pode usá-lo como quiser, com as joias que preferir, usando apenas um furo ou os dois separadamente.

 

Todavia, é essencial ter alguns cuidados após a perfuração, para que você possa brincar da forma que quiser com esse piercing.

 

Estúdio e Tipo de Piercing Para a Perfuração

 

A primeira atitude a se tomar, depois de ter decidido que vai colocar um piercing transversal, é sobre onde você vai fazer a perfuração. Não se pode colocar nenhum piercing em qualquer lugar. É importante encontrar um estúdio de segurança e confiança, onde você já conheça a qualidade dos serviços prestados.

 

Por isso, pesquise bastante, verifique se o estúdio tem licença para poder colocar piercing. Ainda, converse com amigos que tem piercing sobre os locais onde fizeram a perfuração.

 

Nunca entre no primeiro estúdio que ver pela frente, o procedimento de perfuração exige profissionais capacitados, pois senão o resultado pode ser bem grave, como uma infecção.

 

Depois de escolher um estúdio de confiança, que utiliza materiais descartáveis entre outras práticas higiênicas, é hora de escolher a joia. Nesse caso, a melhor opção para fazer a perfuração de piercing é a de haste simples com duas bolinhas. Esse modelo é mais básico, confortável e não despende maiores problemas.

 

Dessa forma, quando for escolher a joia para ser colocada, prefira por materiais de aço cirúrgico, titânio ou ouro. Nunca escolha joias produzidas em níquel.

 

O níquel é um elemento que costuma causar reações alérgicas, portanto, não sendo seguro optar por esse material. Por isso, converse com o profissional sobre a composição das joias e para não ter erro, e assim, opte sempre pelas de titânio e aço cirúrgico.

 

Uma outra recomendação é sobre o peso da haste. Assim, inicialmente, não use brincos com muitos detalhes e muito pesadas até a completa cicatrização. O peso da haste pode causar lesões nos furos e dependendo do peso da haste abrir mais o furo

 

Higiene e Cicatrização

 

Depois que você fizer os furos do piercing transversal, os cuidados com a higiene são muito importantes. Como são dois furos a atenção deve ser redobrada.

 

Limpeza Etapas

 

Primeiramente, os cuidados com a limpeza dos furos são fundamentais. O procedimento de limpeza consiste em quatro etapas:

 

 

  • Primeira etapa: lave bem as mãos com um sabonete antibacteriano e depois, se possível passe um álcool em gel. Evite tocar qualquer coisa depois que a mãos estiver esterilizada;
  • Segunda etapa: com o auxílio de uma gaze ou cotonete, limpe em volta do piercing com soro fisiológico.
  • Terceira etapa: para desinfetar a região dos furos, com um cotonete, limpe a região com Povidine ou iodopovidona, que pode ser encontrado facilmente em farmácias.
  • Quarta etapa: com um cotonete limpo e seco seque a região do piercing.

 

 

Esses procedimentos devem ser feitos de duas a três vezes por dia, principalmente, no primeiro mês.

 

Ainda, siga corretamente as recomendações do profissional que realizou a perfuração. Não deixe de fazer nenhuma etapa.

 

 

piercing-transversal4 piercing-transversal

Cicatrização e Infecção

 

Você deve fazer rotações leve no brinco pelo menos uma vez ao dia. Esse procedimento serve para que o piercing transversal não fique preso no furo, ou seja, para que a cicatrização dos furos não envolva o brinco. Pois, caso isso acontecer, ao tirar ou rodar depois de muito tempo, poderá machucar ainda mais a lesão, saindo sangue e até pus.

 

Se você não fizer todos os procedimentos de limpeza que te foi recomendado, coisas ruins podem acontecer.

 

As bactérias presentes no ar, dos seus dedos e as próprias sujeita da orelha pode entrar em contato com os furos que ainda não cicatrizaram e infeccionar.

 

Em casos mais graves, se você não conseguir diminuir essa inflamação com os procedimentos de limpeza. Será necessário retirar o brinco e esperar os furos fecharem e cicatrizarem totalmente, para então, furar de novo.

 

Ainda, dependendo como evolui essa infecção a melhor atitude é procurar um hospital, tomar antibióticos, e tratar a lesão. Dessa forma, só depois dos furos terem cicatrizados você pode fazer os furos novamente, se ainda quiser ter um piercing na orelha.

 

Exposição ao Sol e a Água

 

Outra importante recomendação se refere a exposição ao sol. Não exponha a orelha ao sol por pelo menos dois meses após a colocação do piercing transversal. Ainda, piscina e praia estão proibidos nesse período.

 

Assim, a questão não é só a exposição ao sol, mas nadar ou entrar na água do mar também pode ser perigoso. Já que essas águas apresentam sujeiras e bactérias que podem entrar em contato com a lesão. Causando, assim, infecções e inflamações sérias.

 

Cuide Bem do Piercing

 

Colocar piercing na cartilagem é algo sério, pois você está lesionando uma região do seu corpo duas vezes. Por isso, o cuidado correto é tão importante para que um simples desejo de colocar um piercing não vire um problema maior.

 

Lembre-se ainda que você não pode trocar de piercing por pelo menos seis meses após a perfuração, isso serve também sobre tirar o brinco e depois colocá-lo. Ou seja, nunca retire o brinco antes da cicatrização.

 

Portanto, a cicatrização completa dos furos só ocorre após um ano. Assim, pense muito bem antes de colocar um piercing na cartilagem. Pois, se você tem que sempre retirar os brincos por causa da profissão, por exemplo, colocar um piercing, pode não ser o mais adequado para você.

 

Se é sua escolha, saiba que o recomendado é ficar com o brinco por no máximo seis meses.
Depois que você tiver a completa cicatrização do furo, você pode trocar de brinco quantas vezes quiser. Dessa forma, o ideal é esperar um ano para fazer a troca.

 

Assim, após um ano você está liberado para trocar de modelo de piercing. Porém, mesmo com os furos cicatrizados, utilize sempre brincos feitos de materiais hipoalérgicos. Como titânio, aço cirúrgico ou ouro.

 

Ainda, troque o piercing com cuidado, com o mão limpa e leve para não machucar a região.

 

Dor Após a Colocação do Piercing

 

piercing-transversal5 piercing-transversal5

 

 

Ainda, nos primeiros quatro ou cinco dias depois de ter colocado o piercing transversal é normal sentir a região dolorida e sensível. Se depois de dez dias da perfuração você ainda estiver sentindo muita dor, procure o profissional que colocou o piercing. Assim, só o profissional que fez as perfurações olhar como está a cicatrização dos furos e recomendar o melhor procedimento a tomar.

 

Todavia, se o profissional foi omisso e a dor forte continuar, não tenha dúvidas e procure urgentemente um hospital para que sejam tomados os cuidados necessários.

 

Mas, mesmo assim, sempre procure limpar a área como o profissional indicou, siga também as nossas dicas. Procure não ficar colocando a mão suja no piercing. Além disso, procure dormir do lado da orelha que não tem piercing voltado para o travesseiro. Esses procedimentos ajudarão a minimizar possíveis dores.

 

Assim, esperamos que com esse artigo você tenha tirado suas dúvidas sobre a colocação do piercing transversal.

 

Ainda tem alguma questão sobre o procedimento de colocação e cuidados para com esse piercing?

 

Comente, vamos adorar poder responder sobre as suas dúvidas. E, não se esqueça de compartilhar esse artigo nas suas redes sociais.

 

 

Saiba Mais

 

 

 

 

 

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Precisa de ajuda?