Desenho de Tatuagem Para Superar as Marcas da Violência

 

Desenho de Tatuagem Para Superar as Marcas da Violência: Está mais do que claro que o dia 8 de março não é uma data somente de entrega de rosas, festejos e presentes. O dia Internacional da Mulher além de lembrar da desigualdade, vem nos convidar a pensar também, na maior manifestação de desafio que existe, que é a violência.

 

Começamos com essa questão do dia 8 de março, mas a proteção para qualquer mulher, deve ser exercida diariamente!

 

Hoje, nós queremos abordar uma forma de levantar a bandeira da defesa e da superação contra essa violência, de maneira bem criativa. Você já ouviu falar em cobrir as marcas da violência, através das tatuagens?

 

Para isso, vamos contar a história de uma mulher…

 

A História de Flavia Carvalho

 

tatoo 17
Desenho de Tatuagem Para Superar as Marcas da Violência

 

Quando tinha 15 anos, Flavia foi agredida pelo seu primeiro namorado, que de vez em quando perdia o controle e batia nela. Depois de agredi-la, ele pedia desculpas e ela acabava voltando, ela chegava até a se culpar por estar sendo agredida.

 

Após certo período, ela decidiu virar tatuadora profissional, e ela viu novamente um caso de violência. Só que dessa vez, ela não era a vítima.

 

Uma jovem de vinte e poucos anos fez um pedido a tatuadora, de que ela cobrisse uma cicatriz com uma imagem. A moça disse que era para que não pudesse mais ver aquelas marcas, que foram de agressões sofridas há quase dez anos.

 

A jovem tinha uma cicatriz grande no abdômen e sem que Flavia tivesse que perguntar, ela contou toda a história, dizendo que estava em uma boate quando foi abordada por um homem. Ela não quis beijá-lo e após o ocorrido foi até o banheiro, onde o homem a abordou de novo e dessa vez, levou um canivete até a barriga dela.

 

A História é Triste, Mas Mostra Uma Superação!

 

A garota precisou ficar hospitalizada e aquela marca ficou enorme no abdômen dela. O tempo passou e ela acabou tendo a ideia de fazer uma tatuagem para cobrir a cicatriz.

 

Fazer a tatuagem foi um passo transformador para ela, porque tinha muita vergonha de usar biquíni. Flavia conta que se emocionou com a reação dela ao ver que a cicatriz não estava mais lá.

 

A partir daí, Flavia teve a ideia de criar o projeto “A Pele da Flor”, cujo objetivo é ajudar a recuperar a autoestima de mulheres vítimas de violência, de um jeito bem simples, fazendo uma tatuagem!

 

A partir daí; outros estúdios de tatuagem adotaram essa bandeira também, sendo inspirados pela forma de transformar a autoestima dessas mulheres que de algum modo sofreram por causa da violência!

 

Apoio dos Estúdios de Tatuagem às Mulheres Que Sofreram Violência

 

Hoje, muitas mulheres já entendem que podem esquecer o passado e seguir em frente, cobrindo as marcas da violência que ficaram em seus corpos.
O mais arrepiante é que essas mulheres, ficam emocionadas quando se olham no espelho e percebem que com a arte, o “passado é coberto”.

 

As marcas da violência trazem vergonha para mulheres que foram submetidas à violência, fazendo com que elas escondessem o próprio corpo até para o companheiro atual.

 

Assim, os estúdios viram que era possível usar a tatuagem como ferramenta para trazer à tona o melhor na autoestima dessas mulheres.

 

Os estúdios hoje, têm recebido várias mulheres corajosas e assim tiram as medidas para cobrir as cicatrizes. Geralmente essas mulheres pedem algo mais feminino, como desenhos de flores, pássaros ou borboletas.

 

Um caso que chamou bastante atenção, foi o de uma professora que foi esfaqueada 16 vezes por um aluno e tem uma marca no braço e nas costas. Outra, que foi atendida, sofreu uma tentativa de homicídio. A mulher foi esfaqueada 8 vezes, bem do lado do coração, foi parar até na UTI.

 

O agressor foi o ex namorado, que a atacou quando ela estava indo para o trabalho. Logo depois, ele se matou.

 

Algumas mulheres, simplesmente querem contar seu caso, pois ainda não conseguem mostrar suas cicatrizes e buscam se motivar para algum dia, cobrir a marca da violência.

 

Os estúdios de tattoo tem apoiado essas mulheres e mostrado que é possível sim, dar sequência na jornada da vida, deixando cada vez mais, as memórias dolorosas, para serem substituídas como superação!

 

Os bons tatuadores, sabem que a violência não é algo correto, e que a arte de tatuar é lema importante e significativo para a superação. Os estúdios que realmente se importam com a vida humana e que são a favor das mulheres, não aceitam a violência sob nenhuma forma e por serem contra ela, têm ajudado às mulheres que estão buscando trazer essa arte para cobrir suas marcas dolorosas.

 

Obviamente, cada história de uma mulher, mexe muito com os tatuadores em prol dessa luta e do combate contra a violência, pois ver as meninas tão novas contando seus casos, só reforça o fato da falta de amor de algumas pessoas pelas outras.

 

A ideia do projeto de cobrir marcas da violência com belas tatuagens, é simplesmente maravilhosa e mostra que a tatuagem não é só um detalhe na vida das pessoas. Ela pode ser aquilo que te traz de volta a vida.

 

Por isso, procure um estúdio bem seletivo e de ótima qualidade e veja você mesma como uma tatuagem pode mudar a sua vida.

 

Nosso estúdio de tatuagem no Paraná possui os melhores tatuadores do Brasil! Venha conhecer!

 

 

Saiba Mais:

 

 

 

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Precisa de ajuda?